domingo, 6 de dezembro de 2009

Belas.

Muitas vezes deparo-me com mulheres ditas letradas mas duma inteligencia emocional dum bebe de um ano.
Vejo-as do alto das suas licenciaturas, mestrados e afins e afins serem as almas mais infelizes e ocas que presencio.
Estudei com mulheres que se tornaram valorozas guerreiras na sua vida emocional, em que a intuição prevaleceu sobre as ditas teorias e verdades absolutas que muitas vezes tenho que ouvir.
Não faço rótulos nem julgo, mas observo a deterioração que certas mulheres que ostentam os seus diplomas em escritorios de designer sofrem, observo o vácuo em que se perdem. A inabilidade de serem alguem de facto e em concreto.
Tenho uma vizinha, há alguns anos a este parte que me impressiona pela competência com que vive, considero-a uma empreendedora.
Um dia em reunião de condomínio ela duma forma clara e contextualizada diz-me que nem o nono ano tem. Até aquele momento imaginei-a uma mulher de carreira, nota-se que é defensora de causas, de coisas em que acredita.
Deixou-me boquiaberto como é que alguém que não tem assim tanta formação consegue ser tão assertiva e emanar tanta simpatia.Ser tão segura de si. Já lhe senti arrogância, ela sabe que pode ser altiva, não só porque é linda como tem atitude. Vejo-a num contexto de vida não assim tão fácil mas com uma capacidade de ser feliz enorme, de ser uma empresária na sua própria vida. Isso deixa-me esperançado na minha própria felicidade, a que almejo para mim.
Não se trata duma paixão recolhida, desenganem-se, mas sim um facto que observo quase diariamente simplesmente e em simultâneo com outros muito infelizes, aqueles que falo no inicio deste pensamento.
Cuidado com as cicatrizes que ostentam no rosto, nenhuma é mais feia e repulsiva que uma mente vazia...

24 comentários:

desejo disse...

Admirável gente quase incógnita, que do nada sobressaem pela sua rara aptidão.
Simpático este teu post.
:)

Mary Jane disse...

Não é o facto de ser letrada que define a personalidade de uma pessoa, nunca foi...

Gostei!

Beijinhos

PandoraSempre disse...

Uma palavra chave e única: ATITUDE!
Precisa-se...
beijo

Prelúdios Fugazes disse...

Desejo não me digas que foi simpático, diz-me o que pensas de facto.

:)


beijos

Prelúdios Fugazes disse...

Mary Jane já vi magnificas personalidades serem arrasadas em segundos. Nem tudo o que parece é.

beijo-te

Prelúdios Fugazes disse...

Pandora precisa-se na medida certa...


beijos

desejo disse...

O que penso?
Senti que para além da admiração, tens uma intensa curiosidade em conhecer o seu espaço e a mulher que é na realidade.

@tt disse...

Belo!





Beijo.te

Prelúdios Fugazes disse...

Desejo, Desejo és prespicaz...


beijos

Prelúdios Fugazes disse...

@tt beijo-te de volta.

Carla disse...

Tirando o facto de eu não ser tua vizinha, e de não suscitar nenhum tipo de interesse nos outros,quase que me atrevia a dizer que este texto me era dirigido...mas não...foi apenas uma afinidade natural e espontânea da minha parte pelas palavras que ia desenrolando à frente dos meus olhos.
É claro, faço parte da grande percentagem dos não letrados deste país e só estudei até ao 6º ano, por razões que não interessam,mas não é isso que faz de mim menor, em relação àqueles que envergam canudos e os exibem tão vaidosamente.
Bem, se me permites, senti-me envaidecida agora ao ler-te, pelo facto agradeço.

Beijinho

gabrielle disse...

Existem de facto pessoas admiráveis, e não são os diplomas que as definem.



beijinhos meus

tulipapreta disse...

O que observaste naquela mulher foi a genuína manifestação da sua identidade pessoal e social, a que se chama personalidade. A formação da personalidade é um processo gradual que ocorre ao longo de toda a vida. A qualquer momento da nossa caminhada, devido a factores vários podemos experimentar distúrbios de personalidade, o que não significa que a percamos. Cada personalidade é única, e está relacionada com a construção base do sistema afectivo, ou seja, a forma como nos ajudaram a construir e treinar emoções e sentimentos desde tenra idade, manifestando-se na capacidade de resposta psicológica a uma determinada situação, exteriorização. Saliente-se não só a importância do sistema afectivo basilar, mas também, das competências sociais e inteligência emocional que vamos construindo ao longo da nossa experiencia de vida.
Em suma, a personalidade não está intrinsecamente relacionada com o facto de se ser ou não letrado.
Desculpa a longa e chata exposição.
Beijo doce e com personalidade.

Prelúdios Fugazes disse...

Carla porque é que não me sinto surpreendido com a tua exposição!?
Porque ao ler-te é-me sentido essa outra coisa que cresce quando não existe a oportunidade de estudo.
A mente arranja caminhos por onde se expandir, mas que se expandem sozinhos, com ajuda de livros que escolheste ler, musicas que ouves e pessoas que se aproximam, isso fez de ti excepcional, dando-te um toque de irreverencia só pelo simples facto que os que não têm canudos têm que se esforçar mais para provar mais.
Gostei dessa tua sinceridade.

Beijos

Prelúdios Fugazes disse...

Tulipa aqui podes dissertar sobre tudo, eu gosto.

Observo nela a total reconstrução, quando houve um desmoronar. Quem não gosta de observar a obra a formar-se.


beijos

Prelúdios Fugazes disse...

Gabrielle é facto.


beijos

Pearl disse...

Parece-me a Luisa, a minha Luisa...

beijos

PS: a tua observação é pertinente, atravessa-se uma era em que as mulheres são vazias e primatas emocionalmente falando.
Conseguiram de alguma forma desvalorizar-se, perder terreno duma forma rapida e quase irreversivel. Sim são de carreiras, foi-lhe dado poder ou lutamos por ele. Mas perderam classe. categoria e encanto.
Deixaram de ambicionar a realeza dum amor para se contentar com sexo por sexo, deixando-as a cada dia mais vazias...e chatas.

serão os sinais dos tempos!? será a evolução ou uma regressão!?

Prelúdios Fugazes disse...

Pearl não acrescento nem um ponto à tua exposição, parece-me acertada, e nada fugaz.

só me resta beijar-te.

sonho disse...

Ter diplomas não significa ser inteligente...
Beijo d'anjo

Prelúdios Fugazes disse...

Sonho

Recebi-o com agrado.

e retribuo mas é mais terreno.

Carla disse...

Noto que andas um bocado ausente deste teu espaço, o que acho lamentável, pois gosto imenso de te ler.
Não tendo eu outra forma de o fazer, quis vir cá e deixar-te um abraço e o desejo sincero de Bom Natal.

Beijo meu

sonho disse...

Desejo te um Santo Natal recheado de muita felicidade junto aos que mais amas...
Beijo d'anjo

ursinha disse...

Que este ano seja de muitas realizações encantos e 2010 lápis de cor para ajudar a colorir cada um dos 365 dias que se aproxima.
2010 vem ai e teremos
2010 coisas para pensar
2010 atos para realizar.
Beijos de mel
ursinha

Andreia disse...

São sem dúvida, palavras para serem devidamente pensadas...
Levo comigo a última frase, se não houver problema! *